VISUALIZAÇÕES!

CURTIR CELEBRATED NEWS NO FACEBOOK!

CELEBRATED NEWS - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

domingo, 28 de fevereiro de 2016

DATENA FOI OBRIGADO A FAZER JORNALISMO POLICIAL PARA NÃO PERDER EMPREGO

O jornalismo policial entrou por acaso na vida de José Luiz Datena, que já comandou o Cidade Alerta, na Record, e, atualmente apresenta o Brasil Urgente, da Band. O jornalista falou do assunto em uma palestra na última sexta-feira (26), em Ribeirão Preto (SP), sua cidade-natal. Ele contou que foi obrigado a fazer teste para apresentar o Cidade Alerta, em 1996. "Senão perdia o emprego", disse.

Datena iniciou a carreira na televisão nos anos 1980, na TV Ribeirão (atual EPTV), afiliada da Globo. Marcou presença em diversos programas da rede com reportagens irreverentes. Chegou a ganhar o prêmio Vladimir Herzog por uma reportagem sobre um lixão local. Mas se firmou mesmo foi como repórter esportivo.

Em 1990, ingressou na Band, a convite de Luciano do Valle, onde continuou fazendo reportagens esportivas curiosas, como na Copa do Mundo da Itália, quando entrevistou a atriz pornô Cicciolina, além de passar a narrar jogos de várias modalidades, de futebol a vôlei.

Em 1996, o jornalista foi para a Record, e sua vida mudaria definitivamente. Após passar dois anos na equipe esportiva, fez um teste e assumiu o comando do Cidade Alerta, noticiário policial que havia estreado em 1995.

"Quando as coisas não vão bem, o departamento de esportes é o primeiro a mandar gente embora. Apareceu a oportunidade de fazer um teste para o Cidade Alerta, que eu não queria fazer. Só fiz o teste porque fui obrigado, senão perdia o emprego. Nisso, o programa foi para o ar, em um dia de enchente, e a nossa audiência que era de 6 pontos passou para 15. O bispo [Edir Macedo, dono da Record] viu e falou que eu ia morar em São Paulo, falei que não tinha dinheiro para morar lá, só que aí ele triplicou meu salário. Eu assinei na hora", contou Datena. "Se vocês acham que programa policial hoje é violento, é porque não lembram daquela época", completou, brincando.

A partir daí o jornalismo policial não deixou mais a vida de Datena, que, eventualmente, reclama e ameaça largar o gênero. Ele ficou no Cidade Alerta até 2002, quando foi para a novata RedeTV! comandar o Repórter Cidadão. Em 10 de março de 2003, assumiu o Brasil Urgente, na Band, que deixou durante pouco tempo, entre junho e julho de 2011, para uma frustrada volta à Record. No início de agosto, já estava de volta à Band.

Além dos programas policiais, Datena comandou atrações como No Coração do Brasil e Quem Fica em Pé e participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014 pela Band e pelo BandSports, chamando a atenção do público com narrações irreverentes, como na goleada sofrida pelo Brasil contra a Alemanha, quando chegou a rezar o Pai Nosso no ar.

Valorização do gênero

Na palestra em Ribeirão Preto, Datena também reclamou da falta de valorização do gênero. "Jornalismo policial ninguém valoriza, mas Nelson Rodrigues, um dos maiores cronistas do país, foi o maior jornalista policial do Brasil", afirmou. Mesmo assim, ele disse que considera o jornalismo "a profissão mais linda do mundo".

"O jornalismo me levou para o mundo. Quando percebia, eu estava na Itália cobrindo Copa do Mundo, em Paris, e eu era duro. Eu conheci o mundo inteiro ganhando pouco, mas sendo muito feliz. Entrevistei os maiores gênios do futebol, entrevistei Pavarotti. O jornalismo é uma janela. É uma carreira que não tem limites, e é isso que vale a pena", concluiu o apresentador.

AUTOR: Notícias da TV

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O 'CELEBRATED NEWS' descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!