VISUALIZAÇÕES!

CURTIR CELEBRATED NEWS NO FACEBOOK!

CELEBRATED NEWS - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

segunda-feira, 20 de março de 2017

GLOBO NEGOCIA A VOLTA DE TOM CAVALCANTE, 13 ANOS APÓS 'TRAIÇÃO'

Está prestes a cair de uma vez por todas um dos vetos mais longevos da televisão brasileira. Banido da Globo durante 11 anos, o humorista Tom Cavalcante está prestes a assinar um novo contrato com a emissora. 

Passará a ser artista do elenco fixo 13 anos após romper contrato, em 2004, e migrar para a Record, de onde saiu em 2011 para um período sabático.

Será o perdão final de uma "traição" imperdoável cometida em uma época em que a Globo lutava para manter a hegemonia e a Record despontava como uma ameaça séria.

Apadrinhado por Fausto Silva, Cavalcante negocia com a Globo um acordo de exclusividade em TV aberta para se apresentar no palco do Domingão do Faustão duas vezes por mês. Fará imitações de celebridades e interpretará seus personagens mais conhecidos, como o João Canabrava de A Escolinha do Professor Raimundo e Zorra Total e o Ribamar de Sai de Baixo.
AUTOR: MassapeCeara.com - Portal de Notícias

domingo, 12 de março de 2017

MORRE AOS 60 ANOS A CANTORA JONI SLEDGE, DO "SISTER SLEDGE", DO SUCESSO "WE ARE FAMILY"

Joni Sledge, em imagem de agosto de 2006 (Foto: Fred Prouser / Arquivo / Reuters)

A canntora americana Joni Sledge, integrante do grupo de música disco Sister Sledge, morreu em Phoenix, nos Estados Unidos, aos 60 anos, informaram neste sábado (11) vários veículos de comunicação locais.


Joni, que fundou o grupo junto com suas irmãs em 1971, foi achada morta em sua casa por um amigo na sexta-feira (10) passada, sem que por enquanto tenha sido divulgada a causa de sua morte.
A cantora não estava doente e deveria se apresentar com o grupo no próximo sábado em Los Angeles, segundo disse seu agente, Biff Warren, à emissora "CNN".

Camille Sledge (esquerda), Joni Sledge (centro) e Amber Sledge formavam o Sister Sledge. Na imagem, as irmãs participam da festa de lançamento de CD & DVD “We are family” em NY (Foto: Bryan Bedder / Getty Images / AFP Photo)

O principal sucesso do grupo, famoso nos anos 70 e no início dos 80, foi o hino "We are family", gravado em 1979, embora também tenham chegado ao topo das paradas com "He's the greatest dancer" e "My guy".

"Nos entristece informar-lhes que nossa querida irmã, mãe, tia, sobrinha e prima Joni faleceu ontem. Por favor, rezem por nós enquanto choramos por esta perda", anunciou a banda em comunicado divulgado sábado em seu site e em sua página no Facebook. "Agradecemos de antemão por permitir-nos a privacidade de chorar tranquilamente como uma família", acrescenta a nota.

Joni Sledge nasceu na Filadélfia em 1957 e, junto com suas irmãs Debbie, Kim e Kathy, formou o Sister Sledge em 1971, embora esta última tenha deixado a banda em 1989.

Além da apresentação prevista para o próximo sábado, o grupo pretendia realizar vários shows na Europa.

Facebook do Sister Sledge anuncia a morte de Joni (Foto: Reprodução / Facebook do Sister Sledge)

AUTOR: EFE

quarta-feira, 8 de março de 2017

5 PERSONAGENS QUE QUASE FORAM INTERPRETADOS POR OUTRAS PESSOAS EM X-MEN

A famosa franquia X-Men teve seu início nos anos 2000, e através dos seus inúmeros filmes foi acumulando algumas gerações de atores que preencheram o elenco para manter sua relevância e oferecer novas histórias. 

Muitos atores acabaram assumindo a identidade dos mutantes da Marvel, e com todos esses papéis, não fica difícil imaginar todas as histórias por trás desses personagens e os atores que por pouco não viveram certos papéis. 

Pensando nisso, separei uma lista com os 5 atores que por pouco não estiveram na franquia X-Men.

1-Kevin Nash como Dentes-de-Sabre
O clássico rival do Wolverine teve duas interpretações no universo X-Men; a primeira com o ex-lutador profissional Tyler Mane e, posteriormente, Liev Schreiber assumiu o papel em X-Men Origins: Wolverine, apesar de Mane ter expressado o desejo de voltar ao personagem. 

Durante uma entrevista ao Pop Culture Addict, Tyler confirmou que por pouco não perdeu a chance de viver o vilão pois seu parceiro de luta Kevin Nash estava inicialmente cotado para o papel: “Acho que eles estavam conversando, mas felizmente Kevin estava um pouco acima do peso no momento”.

2-Ethan Embry como Noturno
Antes de ser anunciado que Alan Cumming seria o herói Noturno no segundo filme da franquia X-Men, havia alguns boatos sobre Ethan Embry assumir o papel. Segundo o Entertainment Weekly, o diretor Bryan Singer tinha Cumming em mente desde o início, mas o ator estava em contrato para fazer o piloto de uma série televisiva, e isso o impediu de assumir o papel. 

Porém, felizmente para Singer, o piloto não foi aceito, o que permitiu a Cumming sair do seu contrato e assinar com a franquia X-Men. Um tempo depois os representantes de Ethan Embry confirmaram que o ator estava em negociações para o papel.

3-Michael Jackson como Professor Xavier
Uma opinião unânime entre os fãs da franquia X-Men é sobre Patrick Stewart, que obviamente foi uma escolha perfeita para o importante papel de Professor Xavier. James McAvoy também fez um excelente trabalho seguindo os passos de Stewart na versão mais jovem do personagem nos novos filmes da franquia. 

Mas você já imaginou o quão diferente seria o rumo de um personagem tão importante como esse caso alguma estrela pop tivesse assumido o papel? Alguns relatos confirmam que o Rei do Pop Michael Jackson manteve um forte interesse em interpretar Charles Xavier no universo Marvel. Alguns rumores ainda vão além, dizendo que o cantor ainda tentou comprar a Marvel na década de 1990 para que ele pudesse interpretar o personagem. 

Stan Lee desmente o rumor, afirmando que o Professor Xavier não era o papel que Jackson desejava, mas sim o Homem-Aranha.

4-Jim Caviezel e Aaron Taylor-Johnson como Ciclope
Apesar da bela e marcante atuação de James Marsden como Ciclope em X-Men, o ator na verdade não foi o primeiro a ser cotado para o papel. O ator Jim Caviezel declarou à IGN em 2004 que estava no papel, mas acabou forçado a abandonar por conflitos de programação com o filme Alta Frequência: 

” Na época eu estava entre fazer Ciclope e outro filme que fiz na época. Eu estava mais envolvido no filme Alta Frequência do que em X-Men”. Anos mais tarde, surgiu o boato de que a estrela de Kick-Ass, Aaron Taylor-Johnson, provavelmente estaria em negociações para o papel de um Ciclope mais jovem em X-Men: Primeira Classe. Tim Pocock assumiu o papel em X-Men Origins: Wolverine, enquanto Tye Sheridan viveu o personagem em X-Men Apocalypse.

5-Vários atores para interpretar Wolverine
Após 17 anos de personagem, chega a ser impossível imaginar alguém além de Hugh Jackman com as garras de adamantium. A impressão que temos é de que ele realmente nasceu para o papel e ninguém mais poderia fazê-lo melhor. 

Uma das primeiras escolhas dos produtores, de acordo com Hayter, foi Mel Gibson. No entanto, Gibson já havia criticado filmes de super-heróis em algumas entrevistas.

Inúmeras estrelas do cinema também foram consideradas: Keanu Reeves se reuniu com o diretor Bryan Singer, Viiggo Mortensen também foi cogitado mais recusou o papel para viver Aragorn na trilogia O Senhor dos Anéis. Russell Crowe também recusou o papel, mas acabou dando aos produtores a excelente sugestão de verificar o até então desconhecido Hugh Jackman. 

Por fim, os produtores acabaram fechando com Dougray Scott para o papel, mas ele foi forçado a abandonar o personagem após um grave acidente no set de Missão Impossível 2, surgindo finalmente a oportunidade para Hugh Jackman tomar o lugar que merece.

AUTOR: looper
IMAGENS: looper, r7

quarta-feira, 1 de março de 2017

ACADÊMICOS DO TATUAPÉ É A CAMPEÃ DO CARNAVAL 2017 DE SP

Destaque da Acadêmicos do Tatuapé, desfila pelo Anhembi (Foto: Alan Morici/G1)

A Acadêmicos do Tatuapé é a escola campeã do carnaval 2017 de São Paulo. Depois do vice em 2016, a escola da Zona Leste levou seu primeiro título com uma homenagem à Mãe África. 

O campeonato veio no critério de desempate: a escola ficou com a mesma pontuação da Dragões da Real (269,7 pontos), mas teve melhor desempenho no quesito samba-enredo.

O presidente da agremiação, Eduardo Santos, agradeceu os integrantes pelo empenho na conquista do primeiro título. "Nós viemos aqui e mostramos para esse povo o que é a festa africana. O continente que mais sofre no mundo, mas que sabe fazer festa", disse.

"Agora nós somos campeões do carnaval. Ninguém pode escrever a história do carnaval de São Paulo sem passar por 2017 e sem citar o nosso nome", afirmou o presidente da Tatuapé. O presidente minimizou a polêmica da troca dos jurados e avaliou que as notas foram coerentes com os nomes das escolas apontadas como destaques.

FOTOS: veja como foi o desfile da Acadêmicos do Tatuapé

Comemoração da Acadêmicos do Tatuapé no sambódromo do Anhembi (Foto: Werther Santana/Estadao Conteúdo)

Veja todas as notas da apuração do carnaval

Andreia Capitulino, rainha de bateria da Acadêmicos do Tatuapé (Foto: Alan Morici/G1)
Integrantes da Acadêmicos do Tatuapé comemoram vitória durante apuração de notas no Sambódromo do Anhembi. (Foto: Peter Leone/Estadão Conteúdo)

Classificação final
Veja abaixo o posicionamento das escolas. Águia de Ouro e Nenê de Vila Matilde são rebaixadas.
Comparação entre os resultados dos carnavais de 2016 e 2017 (Foto: Arte/G1)
Animais são representados em carro da Acadêmicos do Tatuapé (Foto: Flávio Moraes/G1)

Exaltação ao povo africano
A Tatuapé foi a quarta escola a desfilar na primeira noite de carnaval. Comandada pelo carnavalesco Flávio Campello, a Tatuapé fez uma exaltação do povo africano, de sua cultura e dos seus deuses com o enredo: "Mãe-África conta a sua história: Do berço sagrado da humanidade ao abençoado menino da terra do ouro".

Na madrugada do sábado (25), contou com 3,2 mil componentes, cinco alegorias e completou seu desfile com 61 minutos — a 4 minutos do limite. Suas fantasias representavam os diferentes grandes reinos da história do continente e seus países atuais, além das religiões africanas, como o cadomblé, o cristianismo e o islamismo.
Acadêmicos do Tatuapé trouxe alegorias sobre orixás (Foto: Alan Morici/G1)
Escola de samba foi a quarta a desfilar na madrugada de sexta-feira para sábado (Foto: Flávio Moraes/G1)

Trajetória da escola
A Acadêmicos do Tatuapé retornou ao Grupo Especial em 2013 e foi a vice-campeã no ano passado. A agremiação foi fundada em 1952 e está sediada na Rua Melo Peixoto, no bairro de mesmo nome. O título chega após 5 anos seguidos desfilando no Grupo Especial. Em seu retorno à elite do carnaval de São Paulo em 2013, a Tatuapé ficou apenas na 11ª colocação. Em 2014, ficou em 6º lugar. Em 2015, terminou na 12ª colocação.
Trajetória da Acadêmicos do Tatuapé (Foto: Arte/G1)

AUTOR: G1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!