VISUALIZAÇÕES!

CURTIR CELEBRATED NEWS NO FACEBOOK!

CELEBRATED NEWS - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

sábado, 29 de julho de 2017

SAIBA 60 FATOS CURIOSOS SOBRE A REDE GLOBO

A ideia de criar uma emissora de TV das Organizações Globo nasceu no início da década de 1950, quando a Rádio Globo fez um requerimento de canal de TV ao governo. Sobre a Rádio Globo: ela foi inaugurada em 1944.

O requerimento feito pela Rádio Globo só foi aprovado em 1957 pelo então presidente Juscelino Kubitschek, que concedeu o Canal 4 do Rio de Janeiro. No entanto, aquela ideia original só começou a ganhar corpo no começo dos anos 1960, quando o grupo Globo assinou um contrato com a norte-americana Time-Life.

O acordo com a Time-Life ajudou a injetar um capital na emissora (algo em torno de 6 milhões de dólares na época). Em troca, o grupo norte-americano teria uma participação de 30% nos lucros da emissora.

A formação da primeira equipe da Globo ocorreu em 1963. Cerca de dois anos depois, em 26 de abril de 1 965 era inaugurada a Rede Globo de Televisão. O primeiro programa a ir ao ar foi um infantil chamado Uni Duni Tê.

Paixão de outono, a primeira novela da recém-nascida emissora, foi ao ar em 14 de setembro de 1965. De autoria de Glória Magadan, ela teve apenas 50 capítulos. Magadan era diretora do núcleo de dramaturgia da TV Globo na época.

Você sabe qual o programa mais antigo que ainda permanece no ar? O Fantástico? O Jornal Nacional? Não, o programa mais antigo não é exatamente um programa, mas a Santa Missa em Seu Lar, exibida pela primeira vez em maio de 1965.

Já que falamos de Jornal Nacional, ele entrou no ar em primeiro de setembro de 1969 e foi o primeiro telejornal a ser transmitido em rede nacional. Os apresentadores eram Hilton Gomes e Cid Moreira (um dos mais antigos colaboradores da emissora).

O Jornal Hoje estreou quase dois anos depois, em 26 de abril de 1971. Com a apresentação de Léo Batista e Luís Jatobá, o JH era transmitido somente na cidade do Rio de Janeiro. Ele só passou a ser transmitido em rede nacional em .

Já o Jornal da Globo estreou em abril de 1979, apresentado por Sérgio Chapelin. Uma curiosidade: em 1981, ele saiu do ar para dar lugar ao Jornal Nacional 2a edição, experiência que acabou não vingando. O JG voltou a ser transmitido em agosto de 1982.

O Bom Dia Brasil começou a ser veiculado em janeiro de 1983. Foi o primeiro telejornal da emissora a ser transmitido de Brasília. Entre os apresentadores que mais tempo ficaram no comando do Bom Dia Brasil estão Carlos Monforte e Renato Machado.

Exibida sempre nas noites de domingo, a revista eletrônica Fantástico foi pela primeira vez ao ar em 5 de agosto de 1973. No início, era chamado de Fantástico, o Show da Vida.

Outro programa antigo é o Globo Repórter. Para quem não sabe, o jornalístico estreou em abril de 1973, sendo quatro meses mais velho do que o Fantástico. Uma curiosidade: a música de abertura é a mesma desde a estreia e se chama Freedom of Expression. Apresentado atualmente por Sérgio Chapelin, teve como um dos primeiros apresentadores… Sérgio Chapelin.

O primeiro grande evento esportivo transmitido pela emissora foi a Copa do Mundo do México de 1970, quando o Brasil foi tricampeão.

Já o Globo Esporte demorou um pouco mais para ir a o ar. O programa só foi criado em 1978.
O primeiro Big Brother Brasil entrou no ar em janeiro de 2002. O programa é uma versão brasileira do Big Brother, criação da empresa holandesa Endemol. É apresentado pelo jornalista Pedro Bial desde a primeira edição.

Você sabia que a atriz e cantora Marisa Orth dividiu a apresentação do primeiro Big Brasil com Pedro Bial?

O primeiro reality show apresentado pela emissora foi No Limite. O primeiro No Limite (uma espécie de gincana misturada com teste de resistência) foi ao ar em julho de 2000.

Entre os inúmeros slogans da emissora estão: Vem que Tem, na Glogo Tem (1986), A Globo 90 é Nota 100 (1990), Globo e Você, Tudo a Ver (1990), Um Caso de Amor com o Brasil (1998), A Gente se Vê Por Aqui (2000), Globo 2000, no Coração do Brasil (2000)…

Os atores que mais tempo trabalham na teledramaturgia da Globo são: Reginaldo Faria, Osmar Prado, Rosamaria Murtinho, Marília Pêra, Nathalia Thimberg, Milton Gonçalves, Yoná Magalhães, Emiliano Queiroz, Tarcísio Meira, Glória Menezes, Paulo Goulart, Arlete Salles e Regina Duarte, entre outros. Detalhe: todos estrearam na emissora ainda nos anos 1960.
As minisséries começaram a ser produzidas pela emissora no início dos anos 1980. As três primeiras minisséries estrearam em 1982. São elas: Lampião e Maria Bonita, Avenida Paulista e Quem Ama não Mata.

Assim como as telenovelas globais, os seriados nasceram junto com a emissora em 1965. Os primeiros a entrarem no ar foram Rua da Matriz, TNT e 22-2000, Cidade Aberta.

A emissora transmitiu alguns dos seriados norte-americanos de maior sucesso (verdadeiros clássicos, na verdade) na década de 1970 e 1980, entre eles Kojak, As Panteras, Magnum, Casal 20, SWAT, Planeta dos Macacos, O Homem do Fundo do Mar, O Incrível Hulk, Happy Days, O Homem Invisível, Viagem ao Fundo do Mar, Perdidos no Espaço, Terra de Gigantes, Alf – O ETeimoso e Dallas, série que foi sucesso mundial no início dos anos 80.

Janete Clair escrevia novelas para o rádio antes de trabalhar como autora de folhetins para a TV. Sua estreia no rádio foi com Perdão, Meu Filho, escrita em 1956. A estreia na TV ocorreu na década de 60 com O Acusador e Paixão Proibida.

Para muitos especialistas em telenovelas, Janete Clair foi uma das maiores autoras do gênero. E não sem motivo! Tramas como Irmãos Coragem e Selva de Pedra tiveram finais com quase 100% de audiência – algo impossível nos dias atuais.

Você sabia que Janete Clair foi casada com o também novelista Dias Gomes, autor de O Bem-Amado e Saramandaia?

A primeira novela em cores foi O Bem Amado, exibida pela Globo em 1973.

Outro detalhe sobre O Bem Amado: a produção com os inesquecíveis personagens Zeca Diabo e Odorico Paraguaçu foi a primeira novela brasileira a ser exibida no exterior.

Irmãos Coragem foi, ao lado de Redenção, Os Imigrantes e O Machão, uma das novelas mais longas da TV brasileira. A trama levou um ano para sair de cartaz.
Exibida em 1976 pela Rede Globo, A Escrava Isaura foi a novela com o maior número de reproduções: cinco. Foi também a novela brasileira de maior sucesso no exterior na época. Protagonizada pela atriz Lucélia Santos, A Escrava Isaura foi vendida para 80 países.

O sucesso de A Escrava Isaura na China foi tão grande que a atriz Lucélia Santos virou ídolo popular naquele país. Lucélia viajou diversas vezes para lá, chegando a trabalhar em produções conjuntas entre Brasil e China.

Por falar em Escrava Isaura, ela foi uma das novelas baseadas em clássicos da literatura brasileira exibidas pela Globo na década de 1970. Foi com essas novelas que a emissora inaugurou o horário das seis. Entre elas estão: Helena, Senhora, A Moreninha, O Noviço, O Feijão e o Sonho, Olhai os Lírios do Campo, Memórias de Amor (inspirada em O Ateneu, de Raul Pompeia) e a própria Escrava Isaura.

Protagonizada por Regina Duarte, José Wilker e Lima Duarte e exibida em 1985, a novela Roque Santeiro é até hoje um dos maiores sucessos da teledramaturgia brasileira. O que pouca gente lembra é que Roque Santeiro foi proibida pela censura em 1975 e sem nenhum folhetim pronto para substituí-la, a Globo foi obrigada a exibir uma reprise de Selva de Pedra.

Exibida em 1988/89 e com autoria de Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Bassères, Vale Tudo fez o Brasil inteiro perguntar quem matou a megera Odete Roitman. A curiosidade e expectativas eram tamanhas que a Globo gravou cinco finais diferentes, só levando um ao ar.

Outros personagens misteriosamente assassinatos em novelas foram Lineu Vasconcelos (Celebridade), Barão de Sobral (Força de Um Desejo), Miguel Fragonard (Água Viva), Salomão Hayala (O Astro), Silvia (O Rebu), Max (Cavalo de Aço), Nívea. As novelas A Próxima Vítima e Passione tiveram vários personagens mortos por serial killers.

O que aconteceu em Torre de Babel, de autoria de Silvio de Abreu, foi uma carnificina. A explosão de um shopping center provocou a morte de quase metade do elenco. Outra trama cujos personagens foram dizimados foi Anastácia, a Mulher Sem Destino. Para dar uma reviravolta na história e aumentar a audiência, a autora Janete Clair apelou para um terremoto.

Devido ao enorme sucesso, diversas novelas tiveram uma segunda versão exibida décadas depois da trama original. Alguns exemplos: Irmãos Coragem, Selva de Pedra, Escrava Isaura, Mulheres de Areia, O Profeta, Cabocla, Anjo Mau, A Viagem, Sinhá Moça, Pecado Capital, Ciranda de Pedra, Lua Cheia de Amor (segunda versão de Dona Xepa), Paraíso e Ti Ti Ti. Novelas como O Astro, Gabriela e Saramandaia tiveram versões reduzidas no horário das 11h.

A Globo foi a emissora que mais inseriu merchandising social em suas tramas. Elas costumam abordar temas como dependência química, deficiência física, respeito às pessoas com Síndrome de Down, transplante de órgãos, entre outros. Uma das novelas que abordou o problema da depedência química, por exemplo, foi Passione, de Silvio de Abreu, exibida em 2010.

Os personagens do seriado Shazam, Xerife & Cia, sucesso infantil dos anos 1 970, surgiram na novela O Primeiro Amor, exibida pela TV Globo em 1972. Interpretados por Paulo José e Flávio Migliaccio, Shazam e Xerife viajavam pelo Brasil afora à procura de uma peça que os possibilitaria construir uma bicicleta voadora.

Criado como personagem da novela Elas Por Elas, de 1982, o personagem Mário Fofoca foi outro que acabou ganhando autonomia. O sucesso junto aos telespectadores de Mário Fofoca foi tamanho que o personagem interpretado por Luís Gustavo protagonizou As Aventuras de Mário Fofoca.

Idealizada por Dias Gomes, a série O Bem-Amado foi exibida no início dos anos 80 como uma continuação da novela de mesmo nome dos 70. Esta, por sua vez, foi uma adaptação da peça O Bem-Amado, de autoria do próprio Dias Gomes. Tanto a peça, quanto a novela e o seriado foram muito bem recebidos pelos público. Os personagens Odorico Paraguaçu e Zeca Diabo marcaram a história da TV e a dos atores Paulo Gracindo e Lima Duarte.

Dias Gomes ficou conhecido pelo realismo fantástico e pelos personagens bizarros das suas tramas. A novela Saramandaia (de 1976), por exemplo tinha um personagem que virava lobisomen, outro que espelia formigas pelo nariz e outro que provocava combustão nos objetos sempre que ficava excitado. Isso sem contar Dona Redonda, personagem que explodiu de tanto comer. Diante deles, o mocinho João Gibão até que parecia normal (ele possuía asas).

A primeira trilha de novela foi a de Véu de Noiva (1970), lançada pela gravadora Philips em parceria com a Rede Globo. A primeira com músicas estrangeiras foi a de O Cafona, lançada em 1971.

A gravadora Som Livre foi criada pelas Organizações Globo em 1971, justamente para lançar as trilhas das novelas da TV Globo. O Cafona foi a primeira telenovela a ter a trilha sonora produzida pela Som Livre.

A Som Livre lança, no mínimo, duas trilhas por novelas. Em alguns casos, são lançados três trilhas, como ocorreu como Belíssima, Roque Santeiro e América.

A novella Dancin’ Days, de Gilberto Braga, foi inspirada na onda disco que tomou o mundo na segunda metade da década de 1970. A trilha sonora internacional era recheada de músicas da Disco Music – inclusive do grupo Bee Gees, grande sucesso na época.

Você sabia que o ator Sérgio Cardoso morreu de repente durante as gravações de O Primeiro Amor, em 1972? Sérgio teve que ser substituído às pressas por Leonardo Villar. Outro caso que ficou na memória foi a morte inesperada de Jardel Filho no meio da novela Sol de Verão, de 1982. Nesse caso, não houve substituições e a trama acabou sendo encurtada.
A morte mais chocante da história da telenovela foi a da atriz Daniela Perez, filha da autora Glória Perez. Daniela foi encontrada morta em um matagal no Rio de Janeiro. O autor do crime foi Guilherme de Pádua, ator que trabalhava com Daniela na novela De Corpo e Alma. Foi um escândalo de repercussão internacional. Glória Perez não teve condições de continuar De Corpo e Alma e ela caiu nas mãos de Gilberto Braga e Leonor Básseres, que tiveram que explicar o sumiço repentino dos personagens.

A primeira transmissão a cores da TV brasileira foi a Festa da Uva de Caxias do Sul (RS), exibida pela afiliada local da T V Globo em 1972.

Silvio Santos trabalhou na Globo de 1965 a 1976, apresentando seu programa dominical. Uma curiosidade interessante: atualmente exibido pelo SBT, o Programa Silvio Santos é um dos mais antigos que ainda permanecem no ar.

Durante o tempo em que comandou o Jornal Nacional (de 1969 a 1986), o apresentador Cid Moreira disse “Boa Noite” cerca de 8.914 vezes.
O Domingão do Faustão estreou na Globo em 1989. Antes, Faustão apresentava um programa de grande sucesso na TV Bandeirantes chamado Perdidos na Noite. Na época da Band, Faustão comandava outro programa: Safenados e Safadinhos.

Muito antes de Ana Maria Braga comandar um programa feminino na emissora, existiu o TV Mulher. Pilotado por Marília Gabriela e Ney Gonçalves Dias, o TV Mulher era exibido no período da manhã de segunda a sexta. Nele, a atual senadora Marta Suplicy tinha um quadro sobre sexo. O falecido estilista Clodovil apresentava o quadro sobre moda. Havia também quadros de culinária, humor (apresentado pelo saudoso e genial Henfil) e entrevistas.

A mini-série (ou soap opera) Malhação está no ar de segunda-feira a sexta-feira, desde 24 de abril de 1995.

Apesar de terem sido exibidos durante a madrugada, os jogos da Copa do Mundo FIFA de 2002, bateram todos os recordes de audiência da emissora. A Globo nunca teve uma audiência tão grande durante a madrugada.

O deputado mineiro Hélio Costa foi, durante anos, jornalista contratado da Globo. Costa foi correspondente nos Estados Unidos e apresentava as reportagens mais polêmicas e de maior audiência do Fantástico.

Você sabe qual o custo médio de uma novela na Globo? Anote aí: 40 milhões de dólares em 2010.

Xuxa apresentou programas infantis na emissora desde 1986. Antes de ir para a Globo, ela comandava o Clube da Criança na extinta TV Manchete. Detalhe: Xuxa foi substituída por Angélica no antigo Clube da Criança.

Com Regina Duarte no papel da protagonista, o seriado Malu Mulher causou escândalo na época em que foi exibida (1979). Em pleno regime militar, ele abordava temas como aborto, virgindade, violência contra a mulher e divórcio. Malu Mulher chegou a ser proibida em alguns países da América Latina.

A novela Tropicaliente fez tanto sucesso, que aumentou o fluxo de turistas para o Ceará. Ambientada no litoral do estado, Tropicaliente fez também muito sucesso na fria e única Rússia.

Caminho das Índias e Avenida Brasil foram as novelas mais exportadas para o exterior. Acredite se quiser, mas Avenida Brasil foi licenciada em 130 países. Ela fez tamanho sucesso que alavancou a audiência de algumas emissoras onde foi exibida.

AUTOR: MAIS CURIOSIDADES

EVARISTO COSTA SE EMOCIONA EM DESPEDIDA NO "JORNAL HOJE", E FÃS LAMENTAM NO TWITTER

Evaristo Costa e Sandra Annenberg (Foto: Reprodução/ TV Globo)

Na tarde desta quinta-feira, 27, o jornalista Evaristo Costa se despediu da bancada do “Jornal Hoje”, apresentado por ele e pela também jornalista, Sandra Annenberg. Na ocasião, ele agradeceu o carinho recebido por todos e pelo companheirismo da sua colega de bancada, Sandra, no decorrer dos 14 anos que ele passou no comando do telejornal.

“Essa foi minha última apresentação de tantas, ao longo de meus 14 anos aqui com vocês. Muito obrigado pelo carinho nesse tempo todo, e até breve. Obrigado também, Sandra! Pela parceria”, disse Evaristo, com lágrima nos olhos.

Em seguida, Sandra Annenberg respondeu: “Obrigada eu, Evaristo, por estes 14 anos nesta bancada. Eu te desejo todo o sucesso e toda a felicidade do mundo na nova caminhada”, desejou, Sandra, encerrando o “Jornal Hoje”, com muita emoção.

Em seguida, os fãs de Evaristo lamentaram sua saída do jornal e escreveram mensagens de carinho para ele no Twitter.

Veja vídeo:

AUTOR: O povo

quarta-feira, 26 de julho de 2017

MARIAH CAREY ESTÁ PESANDO 119 QUILOS E SOFRENDO COM PROBLEMAS DE SAÚDE

Parece que Mariah Carey não está em uma fase boa em sua vida. 

Após ser criticada pela escolha de roupa, a cantora teve seus cartões de crédito recusados e a mídia passou a veicular uma história de que ela teria tido um comportamento de diva durante as filmagens de um longa com Will Ferrell. 

Agora, de acordo com o Radar Online, a estrela está sofrendo com o efeito sanfona, engordando e emagrecendo em um curto período de tempo. 

Ultimamente, segundo a publicação, ela tem comido muito e agora está até com dificuldades para andar, além de ter se tornado alvo de eventuais doenças, por causa do peso extra que ganhou, que já se acumula em 119 quilos.

No dia 11 de julho, Mariah, que pode ter voltado com Bryan Tanaka, realizou um show em Las Vegas e os fãs ficaram chocados com sua forma física, além de terem visto a cantora ser carregada para fora do palco, justamente por não estar conseguido andar direito. Uma fonte contou: - Mariah está claramente infeliz.
Ela usou salto de 12 centímetros durante o show, mas mal conseguia andar pelo palco e seu joelho parecia deformado por causa do peso dela. 

Toda vez que ela se levantava ou se mexia, todo mundo prendia a respiração por medo de ela cair. Outra fonte ainda disse o seguinte: - Ela está tão gorda que teve que jogar fora todos os seus figurinos. Ela está inchada e desconfortável e não tem mais a energia para se apresentar.

AUTOR: RECONCAVONEWS

terça-feira, 25 de julho de 2017

"COMUNIDADE E FAVELA É TUDO A MESMA PORCARIA", DIZ FAUSTÃO

Faustão disse durante o programa que conhece a realidade de favelas (Foto: divulgação)

O apresentador Fausto Silva apresentava seu programa “Domingão do Faustão” deste domingo, 23, quando declarou que conhece a realidade de favelas e disse que “comunidade e favela é tudo a mesma porcaria”.

A declaração aconteceu durante o quadro “Arquivo Confidencial”, que homenageava o ator Ícaro Silva. O quadro relembrou parte da infância do ator nas favelas de Diadema, em São Paulo, como o episódio em 1995, quando a casa de Ícaro foi destruída pela chuva.
FOTO UOL

"Olho para esse menino e fico pensando em quantas crianças não tiveram a sorte dele. A gente pensa em pobreza no Brasil, fala de gente pobre, mas não visualiza, não entende. A gente às vezes vê uma glamourização da favela", disse Ícaro após assistir ao depoimento do pai sobre o ocorrido.

Faustão interrompeu o ator e disse: "Aí começa a hipocrisia: 'vamos chamar de comunidade'. Comunidade e favela é tudo a mesma 'mercadoria', tem é que mudar a realidade. Aí muda o nome, estou falando porque fui repórter. Cansei de entrar em favela e sei como é a realidade. Aqui no Brasil é 'vamos chamar de comunidade'".

Em seguida, Faustão acrescentou: "Comunidade e favela é tudo a mesma porcaria. Tem que mudar essas pessoas de lugar. A grande maioria é de gente honesta. Se você vai numa agência de banco na favela, 99% é de gente correta. 1% é que não presta, como em todo o mundo”, finalizou.

AUTOR: O POVO

domingo, 23 de julho de 2017

4 ANOS SEM DOMINGUINHOS, ARTISTAS LEMBRAM PARCERIAS E FAZEM TRIBUTO, NO PIAUÍ

Dominguinhos morreu aos 72 anos, em 2013 (Foto: Gabriela Alcântara/G1)

Neste domingo (23), completa-se quatro anos da morte de Dominguinhos. Dezenas de artistas subiram ao palco do Theatro 4 de Setembro para homenagear a obra do pernambucano. 

A 4ª edição do show solidário “Viva Dominguinhos”, além de homenagear o grande artista, ajudou duas instituições beneficentes de Teresina. A apresentação causou comoção ao público a todo momento.

O tributo ao cantor e compositor que morreu aos 72 anos teve a participação de Adelson Viana (CE), Clodo Ferreira e Júlio Medeiros e banda, Lázaro do Piauí, Gonzaga Lú, Flávio Augusto, Ivan Silva, Bel Lima, Luís Marcos, Zé Colmeia e Marinaldo do Forró. A abertura do show ficou por conta da Orquestra Sanfônica Dominguinhos.

O projeto é idealizado e organizado pelo cantor Marinaldo do Forró. O evento recebe o apoio dos artistas envolvidos e tem fim beneficente, com renda destinada para o Lar da Esperança, que cuida de portadores do vírus HIV, e para a Associação de Portadores de Mielomeningocele, Hidrocefalia e Transtornos Neurológicos (Amhor).

“Além de homenagear e manter viva a obra de Dominguinhos, vamos poder ajudar entidades que precisam”, afirma o idealizador do evento, o cantor Marinaldo do Forró. Além de admirador do trabalho de Dominguinhos, Marinaldo já tocou ao lado do pernambucano. “Participei do último show dele em Teresina, em novembro de 2010”, conta. Entre os músicos que participam desta noite de celebração, alguns nomes também já dividiram o palco com Dominguinhos.

Clodo Ferreira também já escreveu músicas de sucesso que foi cantadas por Dominguinhos. “Dominguinhos deixa um legado que jamais será esquecido. Eu tenho o maior orgulho de poder ter escrito histórias cantadas por ele. É um exemplo de humildade e talento que deixa sua história ao público”, disse.

AUTOR: G1/PI

sábado, 22 de julho de 2017

ATOR JOHN HEARD DE "ESQUECERAM DE MIM", É ENCONTRADO MORTO EM QUARTO DE HOTEL, AOS 72 ANOS

John Heard (Foto: Divulgação)

John Heard, conhecido por interpretar Peter McCallister (ou o pai de Kevin), no filme “Esqueceram de mim”, morreu aos 72 anos. Segundo o site “TMZ”, o corpo do ator foi encontrado nesta sexta-feira (21) por um funcionário de um hotel onde ele estava hospedado em Palo Alto, na Califórnia.

Ainda de acordo coma publicação, o serviço médico foi chamado, mas não houve tempo de socorro. A polícia investiga a causa da morte, que ainda é desconhecida. Mas a polícia não acredita que seja uma morte criminosa.

Segundo uma fonte informou ao "TMZ", John teria passado por uma pequena cirurgia nas costas e estava no hotel se recuperando.

Além dos dois filmes "Esqueceram de mim", John tinha em seu currículo os filmes “Quero ser grande”, “O dossiê pelicano”, as séries “Miami Vice” e “Modern Family”, entre tantos outros trabalhos.
John Heard com Catherine O'Hara em cena de 'Esqueceram de mim 2' (Foto: Divulgação)

AUTOR: G1

sexta-feira, 21 de julho de 2017

CHESTER BENNINGTON, VOCALISTA DO LINKIN PARK, MORRE AOS 41 ANOS

Chester Bennington canta em show do Linkin Park em Los Angeles, em 2014 (Foto: Divulgação)

Chester Bennington, vocalista da banda Linkin Park, foi encontrado morto nesta quinta-feira (20) em sua casa perto de Los Angeles, na Califórnia (EUA), informou a agência Associated Press. Segundo um porta-voz da polícia local, a morte é investigada como suicídio.

Relembre a carreira de Chester Bennington em FOTOS
Veja repercussão da morte do vocalista do Linkin Park
VÍDEO: Relembre os maiores sucessos do Linkin Park

O site TMZ afirma que o cantor se enforcou em sua residência. O corpo foi encontrado pouco antes das 9h locais, de acordo com a publicação. Chester era casado e tinha seis filhos.

Linkin Park: Qual sua música favorita da banda?
Ele lutou por anos contra drogas e álcool, e disse em uma entrevista no ano passado que já havia pensado em suicídio porque foi abusado quando criança, por um homem mais velho.

O músico era próximo de Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, que morreu em maio - também em um suicídio por enforcamento. O vocalista cantou a música "Hallelujah" no funeral do amigo, que completaria nesta quinta 53 anos.

Chester já contou em entrevistas que sofria com problemas estomacais. Durante shows e eventos de divulgação do disco "Meteora", sofreu com dores abdominais e passou por uma cirurgia para curar uma hérnia de hiato. Em entrevistas, ele contou que, por causa doença, chegava a sentir vontade de vomitar quando cantava.

O rapper Mike Shinoda lamentou a morte do companheiro de Linkin Park. "Chocado e de coração partido, mas é verdade. Uma declaração oficial será publicada assim que tivermos uma", disse Shinoda em seu perfil no Twitter.

Vocalista da banda Linkin Park é encontrado morto, em casa, nos Estados Unidos

Sucesso nos anos 2000

O Linkin Park teve seu auge no início dos anos 2000, com os álbuns "Hybrid theory" e "Meteora". Na época, o grupo emplacou seu rock alternativo, com influência de rap e metal, em paradas de sucessos, com músicas como "Faint", "In the end", "Crawling" e "Numb".

A banda ganhou dois prêmios Grammy, pela performance de "Crawling" e pelo single "Numb/Encore", do disco "Collision Course", gravado em colaboração com o rapper Jay-Z em 2004.

O último disco lançado pelo Linkin Park, "One More Light", saiu em maio deste ano e o grupo estava em turnê pelos Estados Unidos, com shows marcados até outubro.

Nascido em Phoenix, no Arizona (EUA), Chester começou a carreira na banda grunge Grey Daze. Depois, se juntou ao Linkin Park - que, na época, ainda se chamava Xero. Ele também trabalhou no projeto paralelo Dead by Sunrise e foi vocalista do Stone Temple Pilots. e fez participações em filmes, como "Adrenalina" (2006) e "Jogos mortais - O final" (2013).
Chester Bennington (Foto: Reprodução/Twitter)

Turnês no Brasil

Em duas entrevistas dadas ao G1, Chester falou de futebol ("Fiquei muito interessado porque é totalmente baseado na defesa") e se mostrou animado com as turnês que fez no Brasil. Ele também citou mudanças no repertório do Linkin Park.

"Sou bem menos agressivo do que era. Há uns tempos, eu disse para os caras da banda: 'Ei, gosto dos gritos e tal, mas isso não é tudo o que sou", explicou, antes do festival SWU, em 2010.

"Não sou esse pobre coitado que se odeia e que só quer gritar com as pessoas. Eu também sei cantar", disse Chester ao G1.
Chester Bennington e sua família chegam ao 22º Annual Kids 'Choice Awards, em março de 2009 (Foto: Chris Pizzello/AP/Arquivo)

Quando voltou com sua banda para shows em uma turnê própria, ele falou com carinho do início da carreira. "Eu me lembro de cair na estrada e tocar de graça. Não esperávamos alcançar o sucesso que alcançamos", disse.

"Foi como um foguete. Tem sido muito empolgante, o fato de que continuamos desafiando a nós mesmos a cada disco, mantendo as coisas 'frescas', fazendo novos fãs – e perdendo fãs. É fantástico fazer parte de algo como o Linkin Park. É uma coisa rara".

AUTOR: G1

quinta-feira, 20 de julho de 2017

"DESPACITO" BATE RECORDE DE REPRODUÇÕES POR STREAMING

A música Despacito, do porto-riquenho Luis Fonsi em parceria com seu compatriota Daddy Yankee, é a canção mais reproduzida da história através das plataformas de streaming, de acordo com os dados divulgados pela gravadora Universal.

A versão original e o remix, feito pelo canadense Justin Bieber, superaram de maneira conjunta 4,6 bilhões de reproduções nos vários serviços de streaming em todo o mundo, assegurou a companhia.

De acordo com a Universal, a marca ultrapassa o antigo recorde, que era da canção Sorry, de Justin Bieber, com 4,38 bilhões de reproduções.

"O streaming é um conector para o público no mundo todo e ajudou minha música a chegar a cada canto do planeta. É verdadeiramente uma honra que Despacito seja agora a canção mais reproduzida em streaming da história", afirmou Fonsi.

Por sua vez, o presidente da Universal Music Group, Lucian Grainge, disse que Luis Fonsi "já tem indiscutivelmente a maior canção do ano". "O streaming abriu a possibilidade de que uma canção com um ritmo diferente, de uma cultura diferente e num idioma diferente se transforme num sucesso gigantesco no mundo todo", acrescentou o executivo.

Despacito, que significa "devagarzinho", é também a primeira música em espanhol a alcançar o topo da lista da revista Billboard nos Estados Unidos desde Macarena, da dupla espanhola Los del Río, em 1996. A lista da Billboard é considerada a parada de sucessos oficial da indústria musical americana.

AUTOR: AS/efe

terça-feira, 18 de julho de 2017

"TIVE FAMA DE MACUMBEIRA, MAS NUNCA FIZ MACUMBA", DIZ MARA MARAVILHA

Mara Maravilha (Foto: Reprodução/Instagram)

No último domingo, 16, Mara Maravilha falou um pouco sobre seu passado ao participar do "Jogo dos Pontinhos" no "Programa Silvio Santos". A cantora evangélica foi entrevistada por Silvio e não hesitou nas respostas.

"O SBT sempre te deu as melhores oportunidades, mas como você virou pastora da Universal?", perguntou Silvio. "Em primeiro lugar Deus, depois Silvio Santos", respondeu Mara.

"Eu era pior que a Lívia Andrade, precisava me converter. Nunca bati tambor, respeito a religião, mas já tive fama de macumbeira e nunca fiz macumba. Gosto da 'boacumba'", continuou Mara, referindo-se à fama que carrega de ter feito macumba para Angélica no passado.

O dono do SBT também comentou sobre o desempenho de Mara no "Fofocalizando", exibido todas as tardes. "Só tenho recebido reclamação do Décio, do gordo do Leão Lobo, e a Mama Bruschetta reclama que você só dá palpite errado. Você bagunça aquele programa", disse Silvio. "Você é um fofoqueiro de marca maior", rebateu Mara.

AUTOR: O POVO

domingo, 16 de julho de 2017

ANTES E DEPOIS: VEJA COMO ERAM 17 CELEBRIDADES ANTES DA FAMA

Se existe algo irresistível em qualquer época da vida, é folhear os álbuns de fotografias daqueles tempos em que a nossa única preocupação era fazer o dever de casa e dormir cedo. Ao olharmos atentamente para esses registros de antigamente, percebemos o quanto o tempo insiste em passar depressa.

A seguir, você confere mais uma seleção incrível de imagens que revelam como eram as celebridades antes do estrelato. Olha só:

1. Silvio Santos
2. Katy Perry
3. Donald Trump
4. Anitta
5. Johnny Depp
6. Elvis Presley
7. Ludmilla
8. Ryan Gosling
9. Meryl Streep
10. Papa Francisco
11. Gugu
12. RuPaul
13. Steven Spielberg
14. Mark Zuckerberg
15. Claudia Leitte
16. Cristiano Ronaldo
17. Juliana Paes
AUTOR: MEGA CURIOSO
IMAGENS:
MSN
ESTADÃO
DAMMIT
YAHOO!
RÁDIO VATICANA
EGO
R7
THE CUT
NY DAILY NEWS
OBSERVATÓRIO DA TELEVISÃO

sábado, 15 de julho de 2017

ATRIZ ROGÉRIA RESPIRA COM AJUDA DE APARELHOS APÓS CRISE CONVULSIVA

Documentário de Leandra Leal traz depoimentos de artistas como Rogéria, no Recifest, em Recife (Foto: Reprodução/Divinas Divas)

A atriz Rogéria, de 74 anos, seguia internada neste sábado (15) no CTI de uma clínica particular em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio. Ela se internou com um caso de infecção urinaria, mas teve uma complicação após ter tido uma crise convulsiva. As informações foram dadas ao G1 pelo empresário da atriz Alexandro Haddad.

Na sexta-feira (14), o empresário afirmou que ela respirava com auxílio de aparelhos. “Ela estava super bem, cuidando da infecção, quando teve uma convulsão. Estamos rezando e tenho muita fé que ela vai sair dessa. Nem desmarquei a agenda dela", disse, confirmando que o quadro de saúde, no entanto, ainda é "grave".

O G1 entrou em contato com a clínica, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.
Rogéria (Foto: Divulgação/Solar de Botafogo)

Transformista desde a adolescência, Rogéria começou a carreira como maquiadora na extinta TV Rio, onde cuidou de artistas como Fernanda Montenegro, Irene Ravache, Dalva de Oliveira, Bibi Ferreira, Chico Anysio e Elis Regina. Estreou nos palcos em 1964, no primeiro espetáculo nacional de transexuais e travestis, “Les Girls”, dirigido por João Roberto Kelly.

Tornou-se vedete de Carlos Machado, atuou no teatro e no cinema. Na televisão, participou de inúmeras séries e novelas ao longo dos anos, como “Tieta”, “Desejos de mulher” e “Paraíso tropical”, além de atuar como jurada em programas de Chacrinha e Luciano Huck.
AUTOR: G1

DUBLÊ DE "THE WALKING DEAD" MORRE EM QUEDA DURANTE GRAVAÇÕES

FOTO INTERNET

O dublê John Bernecker, 33, morreu nessa quinta-feira, 13, após sofrer acidente durante as gravações da série “The Walking Dead”, segundo informações do site TMZ. Na quarta-feira, 12, John caiu de uma altura de nove metros e teve um ferimento grave na cabeça. 


Ele gravava no Raleigh Studios, no estado americano da Georgia, quando caiu diretamente no chão de concreto. As gravações do seriado foram interrompidas temporariamente.

O artista foi socorrido e internado na UTI do Atlanta Medical Center, onde respirava por aparelhos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Ainda de acordo com o TMZ, John estava acompanhado de seus familiares, inclusive da namorada, Jennifer Cocker, também dublê, que lamentou o acidente no Facebook.

"John merece ser tratado por todos os neurocirurgiões e médicos que existem até que um deles veja a vida que todos conhecemos que ele tem dentro dele e nos traga de volta a nós. Isso não é justo", escreveu Jennifer.

John participou de outras produções de destaque, como "Logan", "Corra!", além de três filmes da série "Jogos Vorazes". Em "Logan", John chegou a interpretar um policial na trama.

AUTOR: O POVO

quinta-feira, 13 de julho de 2017

'PÂNICO' DEMITE HUMORISTA E CONTRATA OUTRO DO PORCHAT; SAIBA QUEM

O site TV Foco antecipou a notícia que o humorista Fábio Rabin seria demitido do programa Pânico na Band. A atração, que está em baixa, é acusada de apelar muito pela audiência e os diretores concluíram que precisaria de renovação do elenco e dos quadros.

A última grande polêmica do programa foi quando um humorista no quadro onde apresentava uma caricatura do pastor Valdemiro Santiago e de José Luiz Datena, um dos humoristas mostrou um micro pênis sem cortes. Na verdade, a cena chamou a atenção de apenas algumas pessoas, pois o órgão não foi mostrado em foco, apenas num corte de câmeras.

Mas a apelação foi notícia e a turma do Pânico, incluindo Emilio Surita, foi convocado às pressas pela direção da Band e ouviram um grande sermão.

Depois do episódio, o diretor da atração prometeu rever os conceitos e, inclusive, o elenco do programa.

O que é certo é que o programa desde que sofreu as maiores baixas de sua história, citando Sabrina Sato, Wellington Muniz (Ceará), Eduardo Sterblitch, Mari Gonzalez (Mari Baianinha), Aline Riscado, Gui Santana, entre outros, muita coisa mudou, e segundo a audiência, para pior.

Rabin foi apenas mais, um, mas espera-se maior renovação no programa e chegou-se a falar em substituição até de um personagem do núcleo duro do programa, o Carioca, mas ele conseguiu ‘’no apagar das luzes’’ renovar o contrato. Mesmo assim, ainda fala-se que Carioca pode estrear na concorrência, no caso, no Multishow, canal da Globosat em breve.

No caso de Fábio Rabin, ele comentou que iria se dedicar a outros projetos, como seu canal no YouTube e shows de stand up, o que o tornou famoso no Brasil.

Segundo ele, a demissão foi em comum acordo e disse: “Em poucos meses o número de acessos triplicou, a quantidade de inscritos, compartilhamento e seguidores cresceram, assim como a demanda de shows. Por conta disso e para não ser injusto com o ‘Pânico’, resolvi me desligar dos programas”.

Pânico contrata Rogério Morgado, humorista do 'Programa do Porchat'

Para ocupar a lacuna deixada pelo humorista Rabin, o Pânico na Band foi buscar na concorrência. Rogério Morgado, um humorista em ascendência, foi contratado para auxiliar em novos quadros como ator e humorista. Rogério atuava com o amigo Fábio Porchat, na Record, como ator e roteirista, além de participar de um quadro onde comentava assuntos cotidianos, uma cópia do programa de Danilo Gentili no SBT.

“Que honra… Estou bem feliz por isso… Vamos trabalhar…”, disse #Rogério Morgado em suas redes sociais. 

E você, o que achou da demissão de Rabin e desta contratação? Deixe sua opinião.

AUTOR: massapeceara.com

quarta-feira, 12 de julho de 2017

ROBERTO JUSTUS CURTE BAHAMAS COM A MULHER E TODOS OS FILHOS

Roberto Justus com os filhos Rafa, Fabiana, Ricardo e Luiza (Reprodução/Instagram)

Férias em família! Roberto Justus conseguiu reunir os quatro filhos durante viagem à Bahamas no mês de julho. O apresentador da Record mostrou registros da aventura no Instagram, nesta terça-feira (11), e posou ao lado dos herdeiros no mar cristalino de Rose Island. Ana Paula Siebert, mulher do empresário, também está no local.
“Momento mais completo é quando estou com todos os filhos, e ainda mais nesse cenário… e Rafinha. Tempo para a família“, escreveu o patriarca na legenda da publicação.
Instagram/Roberto Justus

Rafaella Justus, a caçula, de 7 anos, é filha dele com a apresentadora Ticiane Pinheiro. Fabiana e Ricardo Justus são filhos dele com Sasha Chrysman. Já Luiza Justus nasceu da relação do empresário e apresentador com a empresária Gisela Prochaska.
Veja outros registros da viagem em família!
Instagram/Roberto Justus Instagram/Roberto Justus
Instagram/Roberto Justus

AUTOR: ÁREAVIP

terça-feira, 11 de julho de 2017

RENATO ARAGÃO LANÇA NOVO "OS TRAPALHÕES" E DIZ QUE COMPARAÇÕES SÃO INJUSTAS

Dedé Santana, Renato Aragão e a nova formação dos Trapalhões. (Foto: Carlos Brito)

Foi com uma boa dose de apreensão que Renato Aragão recebeu a notícia de uma nova versão de "Os trapalhões". O receio era justificado: apesar de já estar fora do ar há muito tempo, o programa ainda permanece na lembrança de pelo menos três gerações que, durante 18 anos, acompanharam, sempre ao domingo, às 19h, as aventuras de Didi, Dedé, Mussum e Zacarias.

O temor chegou ao fim logo nos primeiros dias de gravação, quando Renato e Dedé Santana começaram a trabalhar com Lucas Veloso, Bruno Gissoni, Mumuzinho e Gui Santana – ou Didico, Dedeco, Mussa e Zaca. Novos companheiros de humor e, pelo menos a princípio, maior motivo de preocupação do principal nome dos trapalhões.

"Para ser bem sincero, quando me falaram que iriam fazer uma nova versão, fiquei preocupado. Não tanto pelo legado dos trapalhões – isso ninguém apaga. O que nós fizemos vai permanecer, inclusive no humor que é feito nos dias de hoje", disse Aragão em evento com jornalistas nesta terça-feira (11).
"Meu receio era por esses meninos. Sabia que haveria comparações conosco e isso poderia ser injusto com eles. Tinha medo que as gerações que cresceram assistindo 'Os Trapalhões' os rejeitassem. Mas eles se saíram tão bem, que esse meu medo desapareceu por completo. Tenho certeza de que o público vai gostar", disse Aragão.

Dirigidos por Fred Mayrink – e com textos escritos por Péricles Barros e Mauro Wilson – os nove episódios irão ao ar no canal Viva a partir do dia 17. Em setembro, a produção chegará às tardes da TV Globo.

Qual dos novos Trapalhões é mais parecido com o original?
Os atores da nova versão se encarregaram de deixar claro quais eram as inspirações do elenco. Segundo eles, não há qualquer intenção de tomar os lugares dos originais.

"Nós não queremos substituir ninguém – isso seria impossível. O que Didi, Dedé, Mussum e Zacarias fizeram na televisão foi especial demais e não precisa de substituição. Desde o início, o que quisemos foi prestar uma homenagem aos Trapalhões. Foi essa ideia que me motivou a participar do projeto. E acredito que chegamos a um resultado muito bom", avaliou Mumuzinho, que encarna Mussa. Para compor o personagem, ele contou com ajuda especial.
Dedé Santana e Renato Aragão no lançamento da nova série. (Foto: Carlos Brito)

"Conversei demais com a família do Mussum. Os filhos dele me ajudaram muito nesse processo. Além disso, entrava na internet todas as noites, selecionava as cenas do programa antigos das quais ele participava e dormia escutando os maneirismos dele. Isso foi fundamental para eu entrar no tom que ele imprimia", relembrou.

Segundo o diretor, os diálogos dos novos quadros vão gravitar ao redor dos temas que fizeram o sucesso dos Trapalhões: amizade, malandragem, problemas financeiros e situações cotidianas. Por outro lado, a abordagem antes marcada pela incorreção política será evitada.

"Queremos fazer uma atração para toda a família, como o programa sempre foi. O que se denomina de 'politicamente incorreto' de fato aparecia nos Trapalhões, mas de maneira lateral, secundária, nunca como tema principal. Decidimos nos concentrar nas situações divertidas", explicou Mayrink. Quando questionado sobre o assunto, Aragão disse concordar com a resposta do diretor. "Temos que ter respeito pelas pessoas", resumiu.
Bruno Gissoni, Lucas Veloso, Gui Santana e Mumuzinho - os novos trapalhões. (Foto: Carlos Brito)
"Acho que não há necessidade de ofender ninguém para ser engraçado. Humor sobre minorias e coisas do tipo. Isso fica muito claro para mim, que interpreto o Zaca. O personagem tem uma certa carga de inocência. Foi nisso que decidi investir", disse Gui Santana, que possui um passado ligado a um tipo de comédia mais corrosiva, como o que costumava apresentar no programa 'Pânico'. "São propostas muito diferentes. O que eu fazia no 'Pânico' não cabe nos 'Trapalhões'".

Quadros clássicos de volta

Entre os quadros da nova atração, será possível acompanhar a volta de alguns clássicos do programa original. Entre eles, uma reedição da canção "Papai, eu quero me casar", que na primeira versão era interpretada por Didi e Zacarias, além das reuniões de super-heróis e do quadro do quartel – agora, o papel do sargento Pincel, antes interpretado por Roberto Guilherme, ficará nas mãos de Ernani Morais.

"Havia acabado de chegar de viagem quando me ligaram perguntando se eu queria interpretar o Dedeco. Eu quase não acreditei que teria a chance de trabalhar com meus heróis de infância", disse Bruno Gissoni. "Conversamos bastante e expliquei para o Bruno que ele tem aquele que, talvez, seja a função mais importante: o trapalhão que não é engraçado. Assim como eu sempre fiz, ele vai preparar a piada para que os outros possam brilhar. É um papel fundamental", explicou Dedé Santana.

E como Renato Aragão se sentiu ao ver uma versão de si mesmo na pele de Lucas Veloso? "Impressionado. Conversamos bastante e ele pegou tudo: o jeito de falar do Didi, os maneirismos, o sotaque. Tudo está perfeito. Assim como os outros meninos, o Lucas fez um ótimo trabalho".

AUTOR: G1

segunda-feira, 10 de julho de 2017

ATOR BRUNO DE LUCA É CONDENADO A PAGAR R$ 15 MIL POR XINGAMENTO A RECEPCIONISTA DE HOTEL, EM FLORIANÓPOLIS (SC)

Ator e apresentador Bruno de Luca foi condenado em segunda instância (Foto: Bruno Albernaz/G1)

O ator e jornalista Bruno de Luca foi condenado a pagar R$ 15 mil de indenização por danos morais a um recepcionista de um hotel em Florianópolis. Divulgada na sexta-feira (7), o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) manteve a sentença da 1ª Câmara Civil do TJSC, que decidiu pela condenação. Da decisão cabe recurso.

De acordo com o processo, Bruno teria xingado um recepcionista do hotel Majestic, no Centro da capital catarinense, em 2009. O conflito ocorreu após reclamações do barulho do quarto onde ator estava hospedado com amigos.

A assessoria de imprensa de Bruno de Luca informou que ele estava em gravação e não foi possível contatá-lo para um posicionamento sobre o caso. Segundo o TJSC, a defesa de Bruno alegou que o recepcionista teria invadido seu apartamento sem autorização e que as ofensas "foram mútuas".

Para o desembargador Raulino Brüning, relator do processo, as imagens analisadas e testemunhas ouvidas apontam que "as agressões não foram recíprocas". Ainda segundo o TJSC, o réu não provou que os fatos ocorreram de maneira diferente da versão contada pelo recepcionista.

O G1 tentou contato com a assessoria de imprensa do hotel Majestic, sem sucesso até a publicação desta matéria. Uma das testemunhas informa no processo que o autor da ação foi demitido, mas não detalha quanto tempo após a confusão e por qual motivo.

AUTOR: G1

domingo, 9 de julho de 2017

O ATOR AMERICANO SHIA LaBEOUF É DETIDO POR CONDUTA "ALTERADA"

Ator já passou por situação semelhante anteriormente (Foto: AFP)

O ator americano Shia LaBeouf foi detido na Georgia, neste sábado, 8, por ter sido "agressivo" com um policial e ter um comportamento "alterado", segundo as autoridades.

Segundo o Departamento de Polícia Metropolitana de Savannah-Chatham, LaBeouf foi preso depois de se aproximar de um transeunte e de um policial pedindo um cigarro.

Essa é a última de uma série de detenções da estrela de "Transformers", com pelo menos um incidente anterior causado por comportamento "alterado".

"Quando não deram um cigarro a LaBeouf, ele se alterou, usando insultos e linguagem vulgar na frente de mulheres e crianças presentes", disse o departamento de polícia em um comunicado.

O policial disse ao ator que deixasse o local, mas ele se negou e ficou agressivo, detalhou o comunicado.

Quando o agente tentou deter LaBeouf, ele correu a um hotel próximo, antes de ser finalmente detido.

Ele foi acusado de obstrução, conduta desordenada e embriaguez pública.

LaBeouf está na Georgia para filmar "Peanut Butter Falcon", um filme co-protagonizado por Dakota Johnson.

AUTOR: AFP

sábado, 8 de julho de 2017

AS 10 PESSOAS QUE MAIS FATURAM DINHEIRO COM O INSTAGRAM

O Instagram virou um fenômeno da internet: é a rede social que cresce mais rápido e já tem 700 milhões de usuários ativos por mês - mais de o dobro do Twitter.

Desde que o Facebook comprou a empresa, fundada por Kevin Systrom e Mike Krieger em 2012, por US$ 1 bilhão (R$3,2 bilhões), ela não parou de crescer, impulsionada pelo lançamento de "Stories" (Histórias), uma ideia que "pegou emprestada" do Snapchat.

Mas Mark Zuckerberg não foi o único que saiu ganhando com a transação. Muitos instagrammers também estão embolsando quantidades astronômicas por posts publicitários (ou postos patrocinados) - em que colocam fotos e vídeos promovendo produtos.

Hopper HQ, um aplicativo para programar publicações nas redes sociais, acabou de publicar a Instagram Rich List (Lista dos Ricos do Instagram), um ranking no qual ele explica quem são as pessoas que ganham mais dinheiro através da rede.

"O Instagram é uma ferramenta de marketing incrivelmente eficaz para as marcas", disse Mike Bandar, cofundador da Hopper HQ.

A primeira da lista é também a que tem mais seguidores: Selena Gómez.

1. Selena Gómez: 123 milhões de seguidores — US$ 550 mil (R$ 1,8 milhões) por publicação

Aos 24 anos, a cantora americana não apenas se tornou uma estrela midiática como também é a pessoa com mais seguidores na rede social - alguns poucos milhões a mais do que a população do México.

A "rainha do Instagram", como muitos a chamam, vive sob o olhar do público desde criança.

Ela apareceu nas telas pela primeira vez aos 7 anos de idade, mas sua fama chegou com a série da Disney Os Feiticeiros de Waverly Place, três vezes ganhadora de um prêmio Emmy nos Estados Unidos. Pouco depois, começou sua carreira na música, ainda que tenha tentado outras áreas, como o cinema.

O Instagram lhe serve para impulsionar seus projetos, promover sua imagem pessoal e profissional e fazer propaganda de seus trabalhos musicais e cinematográficos.

2. Kim Kardashian: 101 milhões de seguidores — US$500 mil (R$ 1,64 milhões) por publicação

Kim Kardashian é uma das celebridades midiáticas mais "instagramadas" dos últimos tempos.
Foto: INSTAGRAM/ @KIMKARDASHIAN Kim Kardashian soube aproveitar os posts patrocinados desde o começo

Segundo dados da revista Forbes correspondentes a 2016, a estrela ganhou mais de US$ 50 milhões (R$164 milhões) no ano passado somente através das redes Twitter, Facebook e Instagram.

Kim Kardashian se move como peixe na água no universo dos posts patrocinados, que sempre são identificados com a hashtag #ad (anúncio, em inglês), uma obrigação imposta pelas regras do Instragram - mas que nem todos respeitam.

Conhecida pelo reality show de sua família e basicamente famosa por ser megafamosa, ela vende sua imagem para vários produtos de beleza: desde maquiagem - ela tem a sua própria linha de beleza - até vitaminas e produtos de emagrecimento.

3. Cristiano Ronaldo: 105 milhões de seguidores — US$ 400 mil (R$ 1,3 milhões) por publicação

A conta de Instagram do famoso jogador português do Real Madrid Cristiano Ronaldo está cheia de fotos sem camisa, mas também de imagens de família (com seus novos bebês gêmeos), momentos futebolísticos e, como não, anúncios patrocinados.
© Foto: INSTAGRAM/ @CRISTIANO Cristiano Ronaldo mostra parte de sua vida privada no Instagram, mas também vende sua imagem para anúncios publicitários

Os produtos que ele promove no Instagram não são baratos: smartphones de última linha, hotéis de luxo, jogos da FIFA e da EA Sports (protagonizados por ele mesmo), a coleção de chuteiras Nike que leva seu nome, entre outros.

4. Kylie Jenner: 95,6 milhões de seguidores — US$ 400 mil (R$ 1,3 milhões) por publicação

A mais jovem do clã Kardashian também figura entre os cinco primeiros da lista da Hopper HQ dos mais ricos do Instagram.

Sua conta na rede social é um catálogo de fotos de moda e produtos de maquiagem em que ela, é claro, é a protagonista.

A designer, que tem sua própria linha de cosméticos e de óculos de sol, causa furor nas redes sociais com imagems que muitas vezes borram a linha entre o sugestivo e o extravagante.

5. Kendall Jenner: 81,7 milhões de seguidores — US$ 370 mil (R$1,16 milhões) por publicação

Kendall Jenner, outra irmã Kardashian, completa o top 5 do ranking.

A modelo e estrela televisiva, que recentemente foi muito criticada por sua magrez extrema, também foi o foco de críticas em um comercial da Pepsi que muitos consideraram uma chacota do movimento Black Lives Matter.

Junto com sua irmã Kylie, ela criou uma controversa linha de camisetas "vintage" que trazia seus rostos sobrepostos com os de estrelas da música.

Em seu Instagram, há anúncios da Adidas, marcas de relógios e de revistas e marcas de moda.

6. Khloe Kardashian: 68,3 milhões de seguidores — US$ 250 mil (R$ 822 mil) por publicação
A Kardashian loira de 33 anos usa seu Instagram para dar conselhos para ficar em forma e ter um corpo saudável.

Em seu Instagram, ela faz propaganda principalmente de produtos de dieta, vitaminas para o cabelo, marcas de calças jeans, aplicativos e, é claro, cosméticos.

7. Kourtney Kardashian: 58,1 milhões de seguidores — US$ 250 mil (R$ 822 mil) por publicação

A primogênita dos Kardashian não poderia estar fora dessa lista.

A modelo, empresária e personalidade da televisão tem alguns seguidores a menos no Instagram que suas irmãs, mas seus posts também valem centenas de milhares de dólares. A Adidas é um de seus clientes.

8. Cara Delevingne: 40,4 milhões de seguidores — US$ 150 mil (R$ 493 mil) por publicação

Com seus mais de 40 milhões de seguidores, a atriz e modelo britânica de 24 anos Cara Delevigne se tornou uma das musas mais populares da rede.

Ela usa sua conta no Instagram para promover seu trabalho, inclusive anúncios publicitários com sua imagem, mas também para passar mensagens, como o controverso desafio ao Estado Islâmico que publicou por causa dos últimos ataques em Londres, sua cidade natal.

9. Gigi Hadid: 34,9 milhões de seguidores — US$ 120 mil (R$ 394 mil) por publicação

A modelo americana de origem palestino-holandesa Jelena Noura Hadid, mais conhecida como Gigi Hadid, sabe usa sua imagem no Instagram, no qual fequentemente é patrocinada por revistas de moda como Vogue e a marca de tênis Reebok.

10. Lebron James: 30,7 milhões de seguidores — US$ 120 mil (R$ 394 mil) por publicação

Em último lugar da lista está o jogador americano de basquete Lebron James, dos Cleveland Cavaliers da NBA.

Cada publicação sua custa R$ 394 mil.

Ele publica fotos de suas partidas, mas também de tênis Nike e trabalhos de rap que muitas vezes não são identificados como propaganda - como aconselha a rede social.
© Foto: INSTAGRAM O americano Lebron James ganha US$ 120 mil por cada publicação no Instagram

AUTOR: BBC BRASIL
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!